DICAS DE FOTOGRAFIA Recife

PROFUNDIDADE DE CAMPO - DICAS DE FOTOGRAFIA

Seja chamando de Profundidade de Campo... Chamando de DoF (Depth of Field – profundidade de campo em inglês)... Seja chamando de embaçadinho (adoro esta última expressão, que embora nada técnica, traz leveza ao discente e fixa mais facilmente o assunto), vamos abordar esta questão agora.

Abordaremos sem muitos mistérios e sem se aprofundar fortemente no assunto.

Abordaremos de maneira tal que com uma máquina compacta... Com um celular... Ou com uma DSLR, conseguiremos, a partir do conhecimento aqui compartilhado, fazer um “embaçadinho” massa em nossas fotos.

1) CJ, é possível deixar a minha foto com o fundo embaçado com um celular ou com uma câmera compacta?

Claro que sim!

2) CJ, em que momento devo deixar a foto com o fundo embaçado?

Sei lá! Depende de sua decisão no momento fotográfico. Quer “isolar” o assunto principal de sua foto do fundo (background)? Use uma profundidade de campo bem curta (deixe a foto com o fundo bem embaçado). Quer que o fundo (background) apareça nítido também na foto? Use uma profundidade de campo bem longa (nada de embaçado ou o mínimo de embaçado).

3) CJ, as fotos com o fundo embaçado dão um aspecto “profissional”. Por quê?

Provavelmente porque, embora seja uma técnica básica na fotografia, ainda poucas pessoas a utilizem a contento.

4) CJ, Após estas dicas, conseguirei embaçado em minhas fotos?

Claro! E peço, inclusive, para comentar depois, quando conseguir!

Blá, blá, blá à parte, vamos ao que interessa.

PARTE MAIS TÉCNICA DA COISA . . .

Antes de controlar a quantidade de luz que atingirá o sensor, a abertura do diafragma controla também a profundidade de campo, ou seja, a extensão da região nítida (em foco) quando se faz uma fotografia.

Profundidade de campo é um efeito que descreve até que ponto objetos que estão mais próximos ou mais distantes do plano de foco aparentam estar nítidos.

Este é um elemento essencial para dar à foto a sensação de tridimensionalidade. Desfocando, propositalmente certas regiões da foto, você consegue induzir o cérebro do espectador a pensar que um objeto está mais distante que outro e recriar assim uma sensação multidimensional, conforme pode-se ver na mesma foto abaixo, sendo a primeira com uma grande profundidade de campo e a segunda com uma pequena profundidade de campo.

Outro fator que também define a profundidade de campo é a distância entre a câmera e o objeto a ser fotografado. Quanto menor esta distância, menor será a profundidade de campo.

Além da abertura do diafragma e da distância entre a câmera e o objeto, a profundidade de campo também depende da distância focal da objetiva.

Considerando uma mesma abertura de diafragma e uma mesma distância do objeto, objetivas de grande distância focal (por exemplo 300mm) terão profundidade de campo menor que as objetivas de distância focal pequenas (50mm por exemplo).

É importante lembrar que a profundidade de campo é sempre maior do ponto de foco em direção ao infinito do que o ponto de foco em direção à lente, qualquer que seja a abertura do diafragma utilizada.

Por exemplo, quando se focaliza um objeto a 10m da objetiva, estão nítidos um segundo objeto situado a 8 m (antes do objeto focado) e um terceiro objeto a 15m (depois do objeto). Esta faixa de nitidez que se estende sempre para aquém e para além do foco, é chamada profundidade de campo.

PARTE MAIS PRÁTICA DA COISA . . .

a) PEQUENA PROFUNDIDADE DE CAMPO reside em uma foto com o primeiro plano nítido e o segundo plano embaçado (como no exemplo da foto deste texto, da linda modelo Gedai, que foi maquiada pela super talentosa maquiadora Sarah).
 
b) GRANDE PROFUNDIDADE DE CAMPO é um uma foto com os planos (primeiro e segundo) nítidos.

c) QUANTO MAIS ABERTO FOR O DIAFRAGMA (menor número de “f” stop, para aqueles que possuem este conhecimento e/ou usam a máquina no modo manual), menor será a profundidade de campo.

d) QUANTO MAIOR A DISTÂNCIA FOCAL, menor será a profundidade de campo.

e) A dica mais legal e que, com ela apenas, já se consegue uma pequena profundidade de campo com celular ou com máquina fotográfica compacta: QUANTO MAIS PRÓXIMO, FISICAMENTE, VOCÊ ESTIVER do assunto a ser fotografado, menor será a profundidade de campo.
 
Então? O que está esperando? Mãos à obra!

BIBLIOGRAFIA DE APOIO:

CRAWFORD, William The Keepers of Light, Morgan & Morgan, NY, 1ª edição 1979.
GUIDI, Mário De Altamira a Palo Alto: A Busca pelo Movimento. Tese de Livre-Docência, ECA-USP, 1991.
KOSSOY, Boris Hercules Florence: A descoberta isolada da fotografia no Brasil. Duas Cidades, São Paulo, 1980.
LANGFORD, Michael Fotografia Básica. Dinalivro/Martins Fontes, 1979.
LANGFORD, Michael Aprendizado da fotografia – Iniciação. Lisboa: Editora Presença, 1979.

Ensaio Fotográfico do Projeto FOUR SEASONS